26.3 C
Manaus

DISQUE DENÚNCIA

TV Onda Digital AO VIVO

ao vivo

ao vivo

Estado Islâmico assume autoria de atentado que deixou 40 mortos na Rússia  

Publicado em:

- Anúncio -

O grupo radical Estado Islâmico assumiu a autoria do ataque que deixou ao menos 40 pessoas mortas e 100 feridas na casa de show Crocus City Hall, na cidade de Krasnogorsk, 20 km a noroeste do Kremlin, o coração da capital russa.

O grupo assumiu a autoria em um canal do Telegram. A informação foi divulgada pela agência de notícias Reuters.

Comunicado diz que criminosos fugiram após o ataque a sala de concertos.

“Os combatentes do Estado Islâmico atacaram uma grande concentração de cristãos na cidade de Krasnogorsk, nos arredores da capital russa, Moscou, matando e ferindo centenas e causando grande destruição ao local antes de se retirarem em segurança para as suas bases”, diz a mensagem.

O governo russo ainda não emitiu comunicado sobre a declaração do grupo terrorista. Forças de segurança prenderam um suspeito de participar do atentado terrorista nos arredores da casa de shows.


Leia mais:

Moscou denuncia ‘sangrento atentado terrorista’ e cancela eventos do fim de semana

IMAGENS FORTES: Ataque a tiros em teatro deixa mortos e feridos em Moscou


Segundo o jornal americano “Washington Post”, os serviços de inteligência dos Estados Unidos tinham recebido informações sobre a presença de um braço do Estado Islâmico na Rússia.

O Ministério Público abriu uma investigação e afirmou que se trata de um atentado terrorista.

Ucrânia nega envolvimento

A Ucrânia, que está em guerra contra a Rússia, negou envolvimento com o ataque. A Casa Branca corroborou o posicionamento e disse que “não há nenhuma indicação neste momento” do envolvimento ucraniano. A sede do governo dos EUA também disse que as imagens do tiroteio são “horríveis e difíceis de assistir”.

O ex-presidente russo Dmitri Medvedev, vice-presidente do Conselho de Segurança, disse que o governo “eliminará” líderes ucranianos, caso o envolvimento seja confirmado. “Se ficar estabelecido que se tratam de terroristas do regime de Kiev (…), serão localizados e destruídos sem piedade, como terroristas. Inclusive os dirigentes do Estado que cometeu semelhante atrocidade”.

*com informações da AFP e da Reuters

Deixe seu comentário
- Anúncio -
UEA - Universidade Estadual do Amazonas  - Informativo
Tribunal de Contas do Estado do Amazonas

| Compartilhar

Últimas Notícias

- Anúncio -
TV Onda Digital
Youtube - Rede Onda Digital
Rádio Onda Digital
Entrar no grupo de Whatsapp - Rede Onda Digital

Mantenha-se conectado

0FansLike
0FollowersFollow
513FollowersFollow
0SubscribersSubscribe
- Anúncio -