26.3 C
Manaus

DISQUE DENÚNCIA

OUÇA AO VIVO

ASSISTA AO VIVO

Vereadores criticam exigência de vacinação nas escolas públicas de Manaus

Publicado em:

- Anúncio -

Os vereadores Raiff Matos (DC) e Capitão Carpê (Republicanos) se posicionaram, em postagens nas redes sociais, contra a obrigatoriedade de vacinação de crianças com idade entre 5 e 11 anos na volta às aulas nas escolas da rede municipal em Manaus, marcada para o dia 14 de fevereiro.

Matos foi mais incisivo e, em vídeo divulgado no Instagram, afirmou que a medida do prefeito David Almeida (Avante) é “autoritária”. “Tem sido criado um movimento de segregação contra as pessoas que não se sentem seguras para vacinar seus filhos diante de riscos ainda não estudados”, declarou.

Para o vereador, “os pais têm o direito de decidir o que é melhor para os seus filhos nesse cenário de incertezas das sequelas que essa exposição pode causar”, acrescentou Matos, que se declarou defensor da liberdade das famílias e dos indivíduos.

Leia mais:

Com data para volta às aulas, prefeito inaugura mais uma unidade de vacinação para crianças

Nota técnica da ministra Damares defende vacinação facultativa para crianças

 

Já Capitão Carpê publicou uma enquete na última segunda-feira (31) em que perguntava se os servidores concordavam com a exigência do comprovante de vacinação nas escolas de Manaus. De acordo com levantamento do parlamentar, 80% dos usuários que responderam à postagem se manifestaram contra a decisão.

“(…) essa decisão de tomar ou não as vacinas deve partir dos responsáveis”, enfatizou. “Faço uma indicação ao prefeito de Manaus, que reveja a sua decisão em concordância com a população”, complementou o vereador na postagem sobre a consulta. Carpê também compartilhou um vídeo em que, em meio a palavrões, sugeria supostos efeitos adversos do imunizante da Pfizer.

“A Pfizer pede para o cidadão assinar um termo de compromisso caso alguém morra, por exemplo. Se a empresa se exime de uma responsabilidade tão séria, é porque a p*** da vacina não tem eficácia”, afirmou. Blogs e portais repercutiram o questionamento do vereador, acusando-o de negacionismo e inimigo das vacinas.

Em vídeo publicado nas redes sociais nessa terça-feira (1º), Carpê, no entanto, negou que esteja atuando contra a vacinação e classificou as notícias como “fake news”. “A publicação que fiz (foi para verificar) o que os pais pensavam acerca do comprovante (…) para o retorno das crianças na rede pública municipal”, explicou, após apresentar o cartão de imunização comprovando que havia recebido as duas doses da Pfizer.

 

Daniel Amorim, da redação

 

Acompanhe nossas redes sociais

Deixe seu comentário
- Anúncio -
Tribunal de Contas do Estado do Amazonas
UEA - Universidade Estadual do Amazonas  - Informativo
Tribunal de Contas do Estado do Amazonas

| Compartilhar

Jornalismo
Jornalismo
Equipe de jornalismo do portal Rede Onda Digital.

Últimas Notícias

- Anúncio -
Entrar no grupo de Whatsapp - Rede Onda Digital
Rádio Onda Digital
Instagram Rede Onda Digital
Siga-nos no X
Youtube - Rede Onda Digital
TV Onda Digital

Mantenha-se conectado

0FansLike
0FollowersFollow
513FollowersFollow
0SubscribersSubscribe
- Anúncio -