26.3 C
Manaus

DISQUE DENÚNCIA

TV Onda Digital AO VIVO

ao vivo

ao vivo

MP-AM suspende contratações de concurso em Urucurituba por violações dos editais

Publicado em:

- Anúncio -

O Ministério Público do Estado do Amazonas (MPAM), por meio da Promotoria de Justiça de Urucurituba, suspendeu imediatamente, na justiça, os processos seletivos Nº001/2022, Nº002/2022 e Nº003/2022. A determinação é de que o Município não efetive qualquer contratação por infringirem as normas dos editais.

Veja mais:

Ministério Público vai fiscalizar concurso em Silves para garantir legalidade

Deputado pede investigação sobre venda irregular de imóveis pela Amazonas Energia em Lábrea

De acordo com decisão publicada na última terça-feira (8), os editais não cumprem os seguintes requisitos: à razoabilidade do prazo de inscrição, bem como diante da impossibilidade de contratação com base exclusivamente em análise de títulos. Em caso de descumprimento, será aplicada multa diária no valor de R$ 10.000,00.

Os editais foram publicados no dia 13 de janeiro deste ano, e as inscrições iniciaram apenas após dois dias, ou seja, do dia 15 até o dia 23, com apenas 5 dias úteis para o prazo de inscrição. Além disso, os editais Nº 001/2022 e 002/2022 estabelecem somente prova de títulos, não existindo a possibilidade de prova escrita. Segundo a ação civil, também não há justificativa para aplicação do edital Nº 003/2022 – para Agente Comunitário de Saúde e Agente de Combate às endemias, visto que, não existe indicação de situação de emergência na saúde ou calamidade pública para justificar a contratação temporária dos agentes.

“Esses processos violaram o princípio da isonomia e da obrigatoriedade de concursos públicos. Não houve denúncia, foi apenas constatado através da verificação dos editais dos processos seletivos. A tendência é que os processos sejam republicados no prazo de 6 meses e tenha obrigatoriedade do concurso público”, afirmou o Promotor de Justiça Kleyson Nascimento Barroso.

O MP já havia recomendado ao prefeito de Urucurituba, José Claudenor de Castro Pontes, que fossem adotadas medidas para sanar as irregularidades, mas foram desconsideradas, inclusive com publicação do Prefeito nas mídias sociais afirmando estar “tudo dentro da lei”.

Via Assessoria.

Deixe seu comentário
- Anúncio -
Tribunal de Contas do Estado do Amazonas
UEA - Universidade Estadual do Amazonas  - Informativo

| Compartilhar

Ivanildo Pereira
Ivanildo Pereira
Repórter de política na Rede Onda Digital Jornalista formado pela Faculdade Martha Falcão Wyden. Política, economia e artes são seus maiores interesses.

Últimas Notícias

- Anúncio -
Youtube - Rede Onda Digital
Rádio Onda Digital
Entrar no grupo de Whatsapp - Rede Onda Digital
TV Onda Digital

Mantenha-se conectado

0FansLike
0FollowersFollow
513FollowersFollow
0SubscribersSubscribe
- Anúncio -