30.3 C
Manaus

DISQUE DENÚNCIA

TV Onda Digital AO VIVO

ao vivo

ao vivo

“Encontrem uma única prova de que meu avô é ladrão”, desafia neto de Lula

Publicado em:

- Anúncio -

Nesta segunda-feira (01/04), Thiago Trindade, neto do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), lançou nas redes sociais um desafio em que pede para que aqueles que acusam seu avô de ser “ladrão” apresentem alguma prova sobre tal acusação.

Através do vídeo divulgado nas redes sociais, Thiago afirma que “não existem provas de um crime que nunca aconteceu”, se referindo à condenação de seu avô no caso do “triplex do Guarujá” que foi anulada pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

De acordo com o vídeo, o neto do presidente Lula sai em defesa do presidente e diz que o avô nunca roubou nenhum centavo em sua vida. Ele também afirma que essa é “uma das maiores mentiras contadas na história do Brasil”.

“Faz pelo menos uns 40 anos que falam que meu avô é o maior ladrão da história do Brasil. Mas ninguém, nunca, em nenhum momento, apresentou uma única prova que ele tenha roubado um único centavo. Nem no Brasil, nem fora do Brasil. Eu quero desafiar todo mundo, todo mundo que fala todos os dias e repete todos os dias que o meu avô é um ladrão. Eu queria desafiar essas pessoas, inclusive não só essas pessoas, todos os brasileiros e, sinceramente, absolutamente todo mundo. O mundo inteiro tem o desafio de procurar encontrar e denunciar e mostrar uma única prova de que meu avô roubou algum centavo na história de vida dele”, disparou.


Saiba mais: 

TRE-PR diz que Deltan Dallagnol está elegível após contestação do PT em pesquisa eleitoral

Toffoli abre inquérito contra Moro por suspeita de fraude em delação antes da Lava Jato

Caso do tríplex do Guarujá envolvendo Lula é arquivado pela Justiça


Thiago ainda cita o processo da Lava-Jato. À época das operações, o então procurador, Deltan Dallagnol, ex-coordeador da força-tarefa da Operação Lava-Jato, não tinha certeza sobre os fundamentos das provas apresentadas contra o presidente Lula, julgamento que resultou na prisão do petista.

A perspectiva de Dallagnol diante das acusações só foi revelada quando mensagens trocadas entre ele e outros membros da operação Lava-Jato foram vazadas pelo site The Intercept, na série de reportagens “Vaza-Jato”.

“É um desafio até simples, na verdade, porque essas pessoas têm tanta certeza de que ele é um ladrão que não deve ser tão difícil encontrar essas provas, não é? E tem um lugar que eu acho que é bom de começar, vou até dar uma dica aqui. Liga para o trouxa do Moro e para o trouxa do Dallagnol e pergunta onde que estão as provas. O Dallagnol, inclusive, diz que com todas as letras: “Não temos provas, temos apenas convicção”. Nem no processo em que ele foi preso, em 2018, apresentaram alguma prova. Não tinha prova contra meu avô. Denuncie se você tem a prova, se você tem absoluta certeza que meu avô é um ladrão, denuncie, mostre pra Justiça, que você tem certeza, e que eu, esse moleque que tá falando, está errado, cale a minha boca, mas mostre a prova”, disse o neto de Lula.

A oposição ao presidente Lula usa, recorrentemente, o argumento de que o petista não foi absolvido das acusações feitas contra ele. Condenado em dois processos da Lava-Jato, tendo ficado preso por 580 dias, Lula teve as condenações anuladas pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

A anulação argumenta que o então Juiz Sergio Moro foi parcial ao julgá-lo, o que comprometeu o direito da defesa a um julgamento justo. O outro argumento levantado é de que os casos tramitaram fora da jurisdição correta. Alguns dos processos prescreveram e outros foram suspensos ou arquivados.

 

Deixe seu comentário
- Anúncio -
Tribunal de Contas do Estado do Amazonas
UEA - Universidade Estadual do Amazonas  - Informativo

| Compartilhar

Últimas Notícias

- Anúncio -
TV Onda Digital
Entrar no grupo de Whatsapp - Rede Onda Digital
Youtube - Rede Onda Digital
Rádio Onda Digital

Mantenha-se conectado

0FansLike
0FollowersFollow
513FollowersFollow
0SubscribersSubscribe
- Anúncio -