31.3 C
Manaus

DISQUE DENÚNCIA

OUÇA AO VIVO

ASSISTA AO VIVO

Elon Musk ameaça banir iPhones e Macs de suas empresas, após anúncio da Apple

Publicado em:

- Anúncio -

O bilionário Elon Musk pode se envolver numa nova polêmica: Em um post no X (antigo Twitter) na segunda-feira (10/6), o CEO da Tesla disse que baniria dispositivos da Apple em suas empresas — que incluem SpaceX e X, entre outras — se a fabricante do iPhone prosseguisse com seus planos de IA anunciados no primeiro dia do evento Worldwide Developers Conference (WWDC 2024).

A Apple, empresa criada por Steve Jobs e fabricante do iPhone, revelou a parceria com a OpenAI em sua conferência anual WWDC, parte de um esforço mais amplo para trazer ferramentas de inteligência artificial generativa para os produtos da Apple. A OpenAI é a empresa criadora do ChatGPT, a maior e mais democrática ferramenta de IA do momento.

Sob um novo sistema de “Inteligência da Apple”, a IA será usada para produzir um assistente de voz Siri mais inteligente e oferecer ferramentas mais personalizadas aos usuários.

Greg Brockman, presidente da OpenAI, disse na noite de segunda-feira que o ChatGPT seria integrado aos sistemas operacionais da Apple para iPhones, iPads e computadores Mac. “Estamos fazendo uma parceria com a Apple para integrar o ChatGPT diretamente no iOS, iPadOS e macOS. Estará disponível ainda este ano, muito empolgante!” ele postou no X.


Leia mais:

Neuralink, de Elon Musk, enfrenta problemas com implante cerebral em primeiro paciente humano

Estados Unidos processa Apple por monopólio no mercado de smartphones


Musk não teria gostado dessa aliança. Ele chegou a afirmar no X que uma integração da OpenAI no sistema operacional dos produtos Apple constituiria “uma violação de segurança inaceitável”.

Ele acrescentou que até visitantes nas sedes das suas empresas “terão que deixar seus dispositivos Apple na porta, onde serão armazenados em uma gaiola de Faraday”, referindo-se a um compartimento que bloqueia ondas eletromagnéticas cruciais para comunicações, incluindo sinais de celular, internet sem fio e Bluetooth.

Musk, que cofundou a OpenAI em 2015, agora dirige uma empresa rival chamada xAI. Ele está processando a sua antiga empresa e o seu CEO Sam Altman, por alegadamente violarem o acordo de fundação da OpenAI e se desviarem de sua missão sem fins lucrativos. A OpenAI, em documentos legais, descartou essas alegações como “frívolas”, “extraordinárias” e “uma ficção”, e sugeriu separadamente que Musk está essencialmente com ciúmes por não estar mais envolvido com a empresa.

Porém, o bilionário pode se ver sem opções caso deseje realmente impor essa proibição a seus funcionários ou visitantes das suas empresas. Outras companhias, como o Google, da Alphabet, e a Samsung já integraram novos recursos de IA em dispositivos Android. A Microsoft, maior investidora da OpenAI, anunciou há três semanas que integraria recursos de IA diretamente no Windows. Impor o banimento a outras marcas pode se provar problemático.

*Com informações de CNN Brasil

Deixe seu comentário
- Anúncio -
Tribunal de Contas do Estado do Amazonas
UEA - Universidade Estadual do Amazonas  - Informativo
Tribunal de Contas do Estado do Amazonas

| Compartilhar

Ivanildo Pereira
Ivanildo Pereira
Repórter de política na Rede Onda Digital Jornalista formado pela Faculdade Martha Falcão Wyden. Política, economia e artes são seus maiores interesses.

Últimas Notícias

- Anúncio -
Rádio Onda Digital
Youtube - Rede Onda Digital
TV Onda Digital
Instagram Rede Onda Digital
Siga-nos no X
Entrar no grupo de Whatsapp - Rede Onda Digital

Mantenha-se conectado

0FansLike
0FollowersFollow
513FollowersFollow
0SubscribersSubscribe
- Anúncio -