26.3 C
Manaus

DISQUE DENÚNCIA

TV Onda Digital AO VIVO

ao vivo

ao vivo

Exclusivo: Sinésio diz que “Amazonas Energia continua fazendo atos ilegais”

Publicado em:

- Anúncio -

O deputado estadual Sinésio Campos (PT) falou hoje por telefone à rádio Onda Digital, no programa Fiscaliza Geral, e fez novas revelações sobre a Amazonas Energia, empresa que vem investigando por meio da CPI instalada na Aleam. E Sinésio antecipou denúncias a serem feitas na tribuna da CPI, sem medir palavras para alertar a população a respeito da atuação da Amazonas Energia.

Segundo o deputado, a CPI da Energia continua a colher informações de municípios do interior do estado sobre a atuação da empresa. Ele disse: “As denúncias estão chegando. Sobre o programa Luz para Todos, que mudou de nome pra Luz para a Amazônia, estamos vendo que o dinheiro desse programa federal cai na conta da Amazonas Energia, mesmo com ela privatizada. Ontem tivemos reunião da CPI em Itacoatiara e constatamos que não estão utilizando esse recurso de forma devida. Não estão fazendo ampliação de rede nem manutenção das linhas de transmissão. Comunidades passam 15 dias sem energia e o programa parece ter sido paralisado. Vamos verificar, especialmente, a situação de Rio Preto da Eva. Não vamos dar mole. A Amazonas Energia continua fazendo atos ilegais”.


Leia mais:

Itacoatiara recebe CPI da Amazonas Energia

CPI da Amazonas Energia: quedas no fornecimento prejudicam setor primário em Maués e Parintins


A CPI ouviu novamente os diretores da empresa na última sexta. Sobre o depoimento deles, Sinésio declarou: “Primeiro, existe o encontro de contas. Ele foi negado mais uma vez, mas temos documentos que serão incluídos no relatório final. A novidade é que pelo termo de contrato com a Amazonas Energia, Manaus recebe cerca de R$ 10 milhões ao mês pra iluminação pública. É o valor que nós pagamos na nossa conta. E esse dinheiro, segundo o diretor Rodrigo Moreira, está sendo repassado para fazer a iluminação pública de Manaus. Não tínhamos o valor da contribuição pública. Esse dinheiro daria para uma iluminação de Led para a área urbana e a rural”.

Sinésio também revelou que a empresa ainda insiste na justiça para continuar a instalação dos polêmicos novos medidores. “Perguntei ao diretor Rodrigo quanto custa um medidor desse, ele respondeu R$ 1.000”, disse o deputado. “Com fio e mão-de-obra, deve chegar a R$ 1.500. Eles instalaram 11 mil medidores, ou seja, passa de R$ 12 milhões na compra. E segundo ele, a licitação que fizeram era em torno de 100 mil medidores, o que daria – alerta pra população – em torno de R$ 150 milhões! Com esse dinheiro não daria para fazer uma modernização, ao invés de mexer em medidores bons? Essa empresa tem quase 1 milhão de clientes consumidores. Se tem tanto dinheiro pra torrar, não pode melhorar a qualidade do serviço? Requisitei o contrato dessa licitação e vamos investigar. E seria necessário uma consulta popular para fazer essa troca, visto que isso atinge toda a população”.

O deputado Sinésio concluiu sua fala “Brigar com cachorro morto é fácil, já com gente grande não é tão simples. Peço que a justiça do nosso estado e do nosso país não dê guarita a essa empresa. E até faço outra denúncia, ela está distribuindo rancho no interior, ao invés de elevar a qualidade do serviço nas comunidades. Não sou contra ação social, mas me causa estranheza que agora a empresa queira passar de boazinha junto à população”.

Da Redação.
Deixe seu comentário
- Anúncio -
UEA - Universidade Estadual do Amazonas  - Informativo
Tribunal de Contas do Estado do Amazonas

| Compartilhar

Ivanildo Pereira
Ivanildo Pereira
Repórter de política na Rede Onda Digital Jornalista formado pela Faculdade Martha Falcão Wyden. Política, economia e artes são seus maiores interesses.

Últimas Notícias

- Anúncio -
TV Onda Digital
Entrar no grupo de Whatsapp - Rede Onda Digital
Youtube - Rede Onda Digital
Rádio Onda Digital

Mantenha-se conectado

0FansLike
0FollowersFollow
513FollowersFollow
0SubscribersSubscribe
- Anúncio -